Dicas de Marketing Para Pequenos Negócios

Periscope ou Snapchat: qual você vai usar?

Neemias Macedo      quinta-feira, 14 de abril de 2016

Compartilhe esta página com seus amigos

Nos últimos meses, no Brasil e no mundo essas duas redes sociais tem conquistado muitos usuários. Entenda quais são as características de cada um e saiba qual deles adotar nos seus negócios.

Se já conhece os dois apps, já sabe das funções e quer saber como eles pode ser úteis no seu negócio, clique aqui e vai direto pra lá, e então, escolha qual dos dois você vai usar: periscope ou snapchat. Ou os dois! 

Periscope ou Snapchat

Muitos empreendedores estão usando o Snapchat. Justificam o uso afirmando que é uma forma de mostrar os "bastidores" de seus negócios, como as coisas funcionam e por aí vai.

Já outros preferem usar o Periscope, alegando que é porque  é possível fazer transmissões ao vivo, mostrando lugares, eventos, etc.

Mas, a pergunta é: por que o Snapchat tem ganhado tanta força no Brasil, se o Periscope já mostra os bastidores e permite quem quem assiste se sinta próximo de quem está fazendo a transmissão ao vivo? Particularmente, confesso que ainda não entendo porque o Snap é tão forte no Brasil.

Há quem pense que pelo fato de o Periscope fazer tudo isso, seja melhor por permitir que você interaja em tempo real com seu público. O Snapchat não tem essa facilidade.

Será que o Snapchat se tornou forte no Brasil por ser um vídeo curto e não exigir grande consumo da internet de quem assiste? Porque para assistir via Periscope, com qualidade, precisa de uma banda de internet mais potente, e como no Brasil o limite é ridículo, pode ser que as pessoas acabem por escolher a rede do fantasminha. Seria esse o motivo da maior popularidade do segundo em detrimento do primeiro?

Fui pesquisar e encontrei diversas opiniões sobre o assunto. Aproveite o artigo "Periscope ou Snapchat" e "escolha suas armas."

Porque o SnapChat?

Snapchat ou Periscope
Efeito Manada

Há quem tenha a opinião que o sucesso de uma rede em detrimento da outra depende muito mais da escolha do público do que de pontos fortes ou fracos. Porque motivo, por exemplo, o G+ não é gigante como o Facebook em termos de número de usuários, sendo que ele apresentava muito mais funcionalidades do que a rede do Zucka até pouco tempo atrás? A resposta a essa pergunta seria a explicação para a explosão do Snapchat. Grandes influenciadores (jovens, principalmente) começaram a usar o Snapchat e todo mundo foi atrás, sem dar muita oportunidade para outros aplicativos. Pra mim, faz sentido.

Alguns empreendedores também gostam de compartilhar muito de sua vida no snapchat. Pra quem acompanha, é interessante saber o que esses caras que são referências fazem durante o dia, sua rotina, os livros que estão lendo, como eles pensam em determinadas situações que acontecem no cotidiano e eles decidem compartilhar. Os "fãs"  conseguem perceber isso de maneira clara, e procuram adaptar para seu estilo de vida. Outro fator importante é a percepção de que aquela "celebridade" é um igual. Pessoas em evidência não são super humanos geneticamente modificados. São iguais, só fazem escolhas diferentes. Parece que isso ilustra bem a onda crescente de usuários.

Sim, os usuários gostam de saber o que acontece nos bastidores e há quem se dispõe a acompanhar e seguir como exemplo, adaptando as situações a sua própria vida.

Já existem opiniões de que o brasileiro gosta mais de receber "nudes" do que ver conteúdo realmente relevante. Parece mesmo que grande parte da população tupiniquim pensa assim. Acontece que, segundo entendidos, a popularização do Snapchat se deu por conta dos adolescentes americanos enviando e recebendo imagens de "pouca vergonha".

As possibilidades do Snapchat

Um outro fator considerado por muitos como o que mais atrai usuários pro "snap" é a possibilidade de filtros, mesclar fotos e videos, e o poder de ir construindo uma historia durante todo o dia e o fato de ser possível fazer vídeos curtos é um dos principais. Tendo em vista que isso torna a coisa muito mais fluida, já que para pessoas que não tem tanta habilidade de comunicação há a chance de se planejar para falar em poucos segundos, somado ao fato de poder rever antes de publicar.

Ritmo e Imersão no Snapchat

Um dos fatores de sucesso também do Snapchat é a questão do ritmo. O ritmo das pessoas: porque você consegue se ocupar com algo ou alguém do seu interesse um curto espaço do seu tempo disponível. Pode ser descendo um elevador ou no ônibus.

O fato também do conteúdo expirar "obriga" o usuário a ser frequente no aplicativo, o que acaba ajudando a criar um hábito de estar sempre ali vendo as novidades por não querer perder nada.

E aí um ponto considerado negativo por quem produz conteúdo é a "efemeridade" da publicação. Porém,  qual percentual dos seguidores, mesmo que novos, assiste ou busca aos conteúdos gerados a meses atrás? 

No Snap a interação com quem produz o conteúdo é baixa, mas, o usuário tem o poder de, caso ache enfadonho o conteúdo, clicar e seguir para o próximo. Coisa que o ao vivo não permite.

O usuário dentro do Snapchat fica completamente imerso no conteúdo, diferente da grande maioria das redes, nas quais distrações são constantes. Talvez isso explique porque os usuários escolhem esse, quando precisam decidir entre Periscope ou Snapchat.
 

E o Periscope?

Periscope ou Snapchat
Começando pela mudança de conceito, há bastante diferença entre as duas aplicações. Enquanto no Snapchat, os usuários assistem quando querem, pois o app foi feito para ser assíncrono, no Periscope a coisa funciona "ao vivo".  Ele foi feito para ser ao vivo, e por esse conceito, um replay não faz muito sentido. 

Há quem prefira a ferramenta para fazer uso de forma leve, sem compromisso com a seriedade, apenas com a ideia de aproveitar a transmissão em tempo real. Já há os usuários que preferem fazer um uso mais empresarial, puxado pra seriedade. É comum, por exemplo, turistas usarem o Periscope para transmitir suas viagens, lugares que visitam ao vivo e ter entre sua audiência gente da Russia, Dubai, Casaquistão, o que da à ferramenta essa pegada de rede social.

Quem usa, aproveita o Periscope para transmitir realmente o momento, o auge do conteúdo e proposta da pessoa. Funciona mais ou menos nos moldes do Mentions ou Live do Facebook. Aliás, essa parece ser uma grande preocupação do Periscope, já que essas funções do facebook de alguma forma competem com ele. 

Periscope ou Snapchat: qual deles escolher?

Como qualquer ferramenta, tudo depende do contexto em que você queira emprega-lá. O snapchat tem características mais pessoais e de intimidade e quem usa para esse fim, acaba nem buscando conteúdo sério. No Periscope, a coisa é ao vivo. Tem que ter uma internet mais "porreta", por ser streaming, pra ter qualidade. O usuário interage com o produtor do conteúdo em tempo real.

Snap e mais voltado para o lado " Rede Social" , "Scope" já tem a pegada empresarial, como ferramenta para transmissão de conteúdo relevante. E uma questão de publico alvo.

Snapchat, na prática, se usaria para bastidores, fazer pequenos vídeos contando como está a preparação de um evento, por exemplo, onde é o lugar, o que vai usar, quem vai falar. É algo meio de bastidores, que desperta muito interesse e acima de tudo é algo real, único. Parece, então, que o sucesso do Snapchat se dá pelo fato de o Periscope ter a única função de transmitir vídeos ao vivo e receber interações e reações da audiência.

Bom, talves eu concluiria esse artigo falando que, se você quer transmitir seriedade e fazer isso ao vivo, use o Periscope. Se quer ter uma pegada mais divertida e permitir que sua audiência assista quando e onde quiser, use o Snapchat.

O assunto é bastante estenso e muita coisa poderia ser escrita. Porém, penso que cada um deve avaliar quais os seus objetivos ao gerar conteúdo para sua audiência e escolher o que melhor se adapta a esses planos. Ou, você pode escolher usar as duas redes, apresentando conteúdos parecidos, mas em formatos diferentes para atingir pessoas em redes e momentos diferentes.

E como essas "bagaças" pode ser úteis no meu negócio?

Como o Snapchat ou Periscope podem ser úteis nos seus negócios?

Boa pergunta. De maneira geral, você pode fazer pequenos vídeos dando dicas sobre determinado produto. Veja algumas aplicações:

O dono da pizzaria pode usar um dos apps pra mostrar como é o preparo, o tipo de massa, aquele novo molho especial. Imagine que essa semana você resolveu fazer aquela promoção que vai bombar no bairro e, alguns minutos antes, você faz um vídeo mostrando que está tudo preparado pra receber seus clientes, que o forno a lenha já tá a todo vapor.

A dona da loja de roupas femininas faz um vídeo quando chega aquela coleção nova, mostrando as peças. E se ela fizer um vídeo com aquela cliente especial e super-influente na cidade? Foi a um evento especial de moda? Faça uma transmissão ao vivo, mostrando os bastidores, a viagem, quem você encontrou, as tendências mostradas no evento.

O professor de pilates cria uma sequencia de vídeos mostrando alguma nova técnica, dando dicas de respiração, de movimentos, etc.

O arquiteto pode usar os apps de vídeo pra mostrar a evolução de uma obra, aquela nova luminária que te dá mil ideias. A criatividade é o limite.

Apenas algumas ideias. Quais são as suas? 

Abaixo, 2 vídeos explicando o uso dos aplicativos.

Escolha suas armas e boa sorte! 

Snapchat ou Periscope - Como usar o Periscope para negócios

Aprenda com a Ana Tex a usar o Periscope nos seus negócios

 

Snapchat ou Periscope - Como usar o Snapchat

Aprenda com a Ana Tex a usar o Snapchat



E então? Qual sua escolha: Periscope ou Snapchat?

Comentários